CONHEÇA O PROJETO

O “Projeto dos Grêmios Estudantis” teve início em 2012, em uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação de Bauru, o departamento de Psicologia da Unesp/Bauru e outros parceiros.

Participam do projeto estudantes das dezesseis escolas municipais de ensino fundamental de Bauru.

Nossos objetivos principais são: contribuir para a efetiva organização dos alunos das escolas de ensino fundamental, por meio da implementação de grêmios estudantis, tendo em vista a construção de uma gestão escolar democrática e participativa; fortalecer a efetiva organização dos alunos das escolas de ensino fundamental dos anos iniciais e finais, por meio da participação dos
grêmios estudantis nos processos de decisão escolar.

Diante dos objetivos, as ações do projeto acontecem durante todo o ano letivo, iniciando pela eleição dos representantes do grêmio, bem como a realização de discussões políticas e pedagógicas na unidade escolar junto aos professores e estudantes.

Os gremistas participam ativamente da escolha dos temas a serem desenvolvidos em seu processo formativo e são eles que definem quais serão as propostas executadas pelo grêmio, bem como socializam com os demais colegas da escola, sejam por assembleias, murais e outras formas de comunicação. 

Outro ponto alto do projeto é a realização anual, como parte da semana da educação municipal, do Fórum infanto-juvenil, em que todos os grêmios se encontram, com o objetivo de refletir, debater e socializar questões relacionadas à gestão democrática e às comunidades escolares. 

Quer conhecer mais sobre o projeto? Nas próximas abas há vídeos, textos e outros materiais que contam sobre nossas ações.

O que é Grêmio Estudantil?

O Grêmio Estudantil é uma instituição que representa o interesse dos estudantes de uma escola, independente da gestão da unidade escolar e de qualquer outro órgão privado ou governamental.

Você Sabia?

A disposição sobre a organização de entidades representativas dos estudantes de 1° e 2° grau  é amparada pela Lei n° 7.398 (Brasil, 4 de Novembro de 1985), conhecida com Lei dos grêmios livres, que assegura a formação dessas entidades representativas. Para mais informações legislativas acesse: